Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

11
Ago08

Era inevitável ...

pensamentos.a.nu

Era inevitável ... sabia que ia acontecer mas, não estava preparada para tal, não assim! Sabia que um dia nos cruzariamos, que um dia perceberias que tento levar a minha vida para a frente ... mesmo sentindo a tua falta ... sim, tenho que confessar que sinto a tua falta, a falta desse D que só eu conheço, que só eu descobri ... que nasceu para mim!

Quantas vezes te disse que o amor não resolve tudo????? Quantas vezes te disse que iria querer mais???? Que iria exigir de ti???? Não posso, entendes? Não posso fazer e ser o que me pedes! Não sou assim, não faz parte de mim!

Agora sim ... sinto que "finalmente" acabou ... vais ficar à margem ... vais afastar-te ... vais desistir ... o que nos unia não venceu, não foi suficiente! Estáva nas tuas mãos e tu não lutas-te! Deixas-te fugir ... é porque não era mesmo isso que querias!

Talvez quem leia isto não entenda porque não lutei eu ... porque tento seguir o meu rumo por outro caminho ... mas eu não podia lutar mais, joguei todas as cartas ... era a tua vez de jogar ... preferis-te desistir ...

É estranho para ti ver-me sair com outra pessoa, não é? Acredita que para mim também o foi ... sair com alguém que não tu ... rir com alguém que não tu ... divertir-me com alguém que não tu ...mas eu tenho que seguir a minha vida ... não me posso fechar em casa à espera que tudo passe! Este alguém, é um amigo (coincidência das coincidências também é teu amigo) que me fez de novo sorrir, apreciar a vida ... VIVER!

Porque me dói a alma cada vez que ele se afasta de mim? Cada vez que me diz até amanhã? Cada vez que me diz, depois ligo-te? Talvez porque pense que o amanhã não virá ... ou virá sem ele! Talvez porque o telefone toque, mas não seja ele! Não sei explicar mas, também já nem procuro explicação para o que ele me faz sentir, para o que sou e quem sou quando está ao meu lado, quando sinto o calor da sua mão, o aperto do seu abraço! Com ele, sinto-me outro ser ... numa outra dimensão ... parece-me que vivo uma outra vida ...

Eu sei ... é de novo este medo da entrega, medo do perder ... a sua amizade foi a tábua de salvação quando me vi sem ti ... quando estava perdida sem saber até quem era, foi ele que me abriu os olhos e me fez ver que a vida continua ... mesmo sem ti!

Vou seguir o meu caminho ... vou-te deixar seguir o teu ... seremos felizes em caminhos separados? Talvez ... estou disposta a lutar por isso, por mim, por ti... pelo "nós" que já não existe mais...

Não quero escrever mais sobre ti ... quero encerrar este "capítulo" em que o fim não foi feliz como nos filmes; em que os actores principais não ficaram felizes... para sempre ...

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D