Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

29
Fev08

Não desistas meu AMIGO

pensamentos.a.nu

Não desistas meu amigo ... não desistas de viver!

 

Eu sei que a tua vida não tem sido fácil ... eu sei que nem sempre alcanças-te o que querias ... e últimamente vês tudo a desmoronar à tua volta ... e sentes-te sem forças para lutar ... eu sei meu amigo ... acredita que sei!

 

Além de saber tudo isso ... ainda sei que parte desse teu sofrimento ... sou eu a causadora ... porque não tive capacidade para aceitar o teu amor incondicional, não consegui dar-te a mesma dose de amor que me oferecias ... dei pouco, muito pouco ... mas dei tudo o que podia dar! Não podemos mandar no coração ... não podemos amar quem queremos ... seria bem mais fácil, acredita!

 

Mas, és-me tão especial meu querido ... posso até dizer que te amo ... mas não da forma que querias ... que merecias!

 

Eu sei que abri uma ferida no teu coração ... mas ao fazer-te isso ... também abri no meu. Porra como me dói ver-te sofrer sem nada poder fazer ... poder até podia ... mas sabes que não estaria a ser correcta contigo ... e estaria a mentir-me a mim própria, não posso fazer isso ... já o fiz demasiadas vezes na minha vida ...

 

Por ti apenas posso dar-te conselhos, dar-te força, dizer-te que estou aqui ... tentar abrir os teus olhos para veres as coisas maravilhosas que a vida te dá (não podes olhar só para as más) ... vê a beleza das flores, ouve o canto dos passaros, sente a calma que o mar, mesmo bravo, te transmite ... delicia-te com um simples sorrir de uma criança ... a tua criança ... o teu menino de ouro ... pensa nele ... agarra-te ao amor imenso que tens por ele ... e vive meu amigo ... vive a vida intensamente ... dá valor às pequenas coisas que outrora não davas e agarra-te a tudo isso com unhas e dentes.

 

E, se algum dia conseguires, perdoa-me por não te amar como querias, como merecias ... como eu queria!

 

Nunca te esqueças que estou aqui, sempre estive (desde há 22 anos) ...

 

Da sempre tua amiga

 

Picaxu

28
Fev08

...

pensamentos.a.nu

 

 

 

Sinto-me confusa ... num turbilhão de sentimentos.

 

Esta noite, não dormi ... tive tempo para pensar, pensar e, pensar!  Porra ... num é que chego sempre à mesma conclusão?!? Chego à conclusão que já não me imagino a viver sem ti, aliás ... nem coloco essa hipótese!

 

Ontem fizes-te-me pensar, reflectir ... mas afinal quem és tu, o que me fizes-te para me deixares nesta angústia, com medo de tudo ser uma ilusão?!? Não entendes, pois não? Desculpa, mas mesmo dizendo o que me dizes, não consigo acreditar (no fundo acho que não quero é acreditar ...) ... acho que a vida me tornou mais desconfiada ... e por isso luto contra mim própria, contra tudo o que sinto (e não queria) quando estou ao teu lado e principalmente quando estás ausente!

 

Fico danada comigo mesma (como se pudesse ter evitado!) por sentir o que sinto ... não por sentir este frio no estômago (tipo teeneger) quando te aproximas, tudo de bom que sinto quando me abraças, quando me beijas ... mas sim por tudo o que sinto quando não estás!

 

Bem ... hoje não estou nos meus melhores dias (também tenho direito) e por isso este "desabafo" meio confuso! Mas isto passa ... pelo menos a má onda passa ... será que o sentimento também passará com o tempo? Ou será que se intensifica?? A ver vamos o que o futuro me (nos) reserva, não é Di?

 

 

 

20
Fev08

Amizade

pensamentos.a.nu

Hoje apetece-me escrever sobre a amizade ... esse tão nobre sentimento!

 

Os amores podem ir e voltar, ou não mas, uma amizade verdadeira ... essa é para sempre!

 

Sempre presei as minhas amizades embora, algumas me tenham desiludido mas também me fizeram aprender e perceber que, de facto, não eram verdadeiras.

 

Eu, orgulho-me de ter uma amizade verdadeira ... tenho mais amigos(as) mas esta é especial ... é a minha alma gémea ...é o meu outro eu!

 

É um ser maravilhoso, uma mulher de armas, lutadora ... sei lá ... gosto tanto dela que só sei dizer que a amo e que sem ela sinto-me perdida ... completamente só!

 

Muita gente não entende este nosso relacionamento, este nosso entrelaçar de vidas mas digo-vos ... é maravilhoso ter alguém assim ao nosso lado ... que nos entende só pelo olhar, que nos conforta na dor e se alegra com as nossas vitórias!

Cada uma de nós é a metade da outra.

 

Como disse um dia Vinicius de Moraes: "Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

 

Amo-te miúda e nunca nada nem ninguém irá apagar este sentimento e esta amizade.

14
Fev08

No dia que se celebra o amor ...

pensamentos.a.nu

No dia que se celebra o amor ... sinto a tua falta, a falta de poder celebrar contigo tudo o que sentimos ... assumir para o mundo que o que nos une é imenso, é intenso ... é mágico!

 

Sei que tudo é ainda muito novo, muito fresco ... e até nos confunde! Ás vezes penso que tudo é uma ilusão mas, quando me abraças, quando colas o teu corpo ao meu, sei que é realidade ... não sei se por muito tempo ou não ... mas quero viver esta verdade, quero viver este amor e, se um dia toda esta magia terminar ... não quero ficar triste pelos momentos bons terem acabado, mas sim ficar alegre pelo simples facto de terem existido!

 

Acredites ou não ... és muito especial para mim!

 

"O amor é uma companhia.

Já não sei andar só pelos caminhos,

Porque já não posso andar só.

Um pensamento visível faz-me andar mais

depressa

E ver menos, e ao mesmo tempo gostar bem de ir

vendo tudo.

Mesmo a ausência dele é uma coisa que

está comigo.

E eu gosto tanto dele que não sei como o desejar.

Se não o vejo, imagino-o e sou forte como as

árvores altas.

Mas se o vejo tremo, não sei o que é feito do que sinto na ausência dele.

Toda eu sou qualquer força que me abandona.

Toda a realidade olha para mim como um girassol com a cara dele no meio."

11
Fev08

Apenas uma vez ...

pensamentos.a.nu

Li este post no blog http://mundodepi.blogspot.com/ e, desculpem-me a ousadia mas ... diz tudo o que de facto me apetecia fazer com aquela pessoa especial

 

"Hoje tive uma ideia, todo dia andou comigo...
Ideia luminosa... um tanto audasiosa
Imaginei como seria tomar-te pela mão e levar-te comigo?
Passear-te pelo sorriso da vida, mostrar-te o outro lado.... arrancar-te desse mundo onde vives...
Desse mundo sério, de cara fechada... um mundo que não vê o sol raiar, que nem ouve o som da vida a passar
Lembrei-me de te roubar e te mostrar o meu mundo, a minha versão....
Pegar-te pelo braço,
de olhos vendados, fazer-te correr para sentires o prazer do "não saber"
Levar-te para sair... ouvir a nossa música e dançar até cair
Ver o nascer do sol à beira rio enquanto fumamos um cigarro
e depois, com o corpo esgotado, caminharmos de mãos dadas até casa...
caminharmos os dois no silêncio da madrugada, falando somente com o olhar!!!!"

 

 

11
Fev08

Não sei

pensamentos.a.nu

Não sei ... juro que não sei!

Não sei que poção mágica usas-te, que feitiço crias-te, que estratégia usas-te ... apenas sei que me deixas-te KO, completamente KO!

Porra, já não sou nenhuma menina e sinto-me completamente teeneger!

Fazes-me sentir saudades de momentos que nunca passámos, de gargalhadas que nunca demos, de férias que nunca gozámos, de batalhas que nunca travamos, de vitórias que nunca alcançá-mos ... de tanta coisa que nunca vivemos!

Quero que a minha vida se confunda com a tua, quero partilhar contigo momentos únicos (mais do que já aconteceram) ... quero ser parte integrante da tua vida ... e tu da minha! Quero aturar a tua má disposição ao acordar, quero amar tudo o que tu amas, quero ouvir-te desabafar, contar as tuas mágoas para te poder fazer um miminho e dizer-te estou aqui, como me dizes tu a mim!

Será que é impossivel tudo o que desejo? Será que um dia iremos ter o nosso momento, o nosso espaço mas sem preconceitos, sem medos ... apenas com liberdade, com vontade de mostrar aos outros que afinal podemos ser felizes? Já o somos mas na escuridão. Uma escuridão só nossa. Uma escuridão que brilha quando estámos sós!

Continuo sem saber o que me fizes-te ... que encantos usas-te mas, de facto, com esse ter ar de felino, com esse teu jeito de ser, conseguis-te conquistar-me, conseguis-te com que traçasse novos objectivos na minha vida ... e passas-te a ser o meu maior objectivo! 

11
Fev08

Saudade ...

pensamentos.a.nu

"Um dia a maioria de nós irá se separar. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos. Saudades até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido. Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre. Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai para seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar quem sabe... nos e-mails trocados. Podemos nos telefonar conversar algumas bobagens.... Aí os dias vão passar, meses... anos... até este contacto tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo... Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão? Quem são aquelas pessoas? Diremos... Que eram nossos amigos. E... isso vai doer tanto! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida! A saudade vai apertar bem dentro do peito. Vai dar uma vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente... Quando o nosso grupo estiver incompleto... nos reuniremos para um ultimo adeus de um amigo. E entre lágrimas nos abraçaremos. Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado. E nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades seja a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

Fernando Pessoa

08
Fev08

Os meus pais estão separados, mas não de mim

pensamentos.a.nu

Descobri um livro fantástico de Inês Borges Taveira, Os meus pais estão separados mas não de mim, que me tem ajudado a abordar a temática do divórcio com os pantufinhas, assim como me tem ajudado a explicar as transformações familiares, sociais, domésticas e financeiras através de um vocabulário acessível e umas ilustrações muito bonitas a cargo de Fernanda Fragateiro. Curiosamente não são apenas as crianças que aprendem com a história do Sebastião, também são dadas aos pais, dicas para melhor lidar com esta situação. Deixo-vos a sinopse:

«A separação de um casal implica, geralmente, várias mudanças e decisões, numa altura em que a maior parte das pessoas se sente emocionalmente frágil. Se a família também inclui crianças, estas têm as suas próprias necessidades inadiáveis. Por vezes, penso que os pais se devem sentir como malabaristas, com imensas bolas no ar, a tentar não deixar cair nenhuma, embora lhes apeteça, em certas alturas, baixar os braços. De resto, ninguém nos ensinou as regras do divórcio – como ser pai e mãe, sem ser marido e mulher.

Escrevi este livro a pensar nestes pais corajosos que, não obstante a tempestade de mudança e emoção que os envolve, querem construir com os filhos uma nova forma de estar em família. Nem sempre é fácil, aos pais e aos filhos, falar do que lhes está a acontecer – têm medo de se magoar ou de ferirem o outro. Mas o silêncio, cheio de perguntas não respondidas, angústias não partilhadas e medos não acalmados, deixa-nos sós, a desbravar um caminho que, percorrido em conjunto, se torna mais fácil. (...)»

aspalavrasnuncatedirei

08
Fev08

Fico ...

pensamentos.a.nu

Fico imaginando os teus olhos, tua boca, tua pele. Tu não percebes (ou percebes?), mas quando estavamos perto um do outro, mesmo sem nos tocarmos muitas coisas acontecem dentro de mim.
Queria sentir-te bem juntinho a mim, tua pele colada na minha, os teus beijos no meu corpo, descobrindo com cuidado e carinho cada parte de mim.
Queria sentir mais perto, esse teu cheiro que me enlouquece e toma conta de todo meu ser.
Imagino as tuas mãos acariciando-me e tentando encontrar tudo o que não está à vista dos teus olhos. Imagino a tua boca na minha, meus olhos nos teus, e de repente, quando tudo se encaixa e estamos no auge de nossas emoções e sensações, esquecemos o mundo.
Tocar cada parte do teu corpo com muito carinho como se o tempo fosse tudo para nós.
Beijar-te, sentir-te no teu abraço, e escutar as batidas do teu coração.
Queria que tudo fosse eterno e que o mundo parasse por algumas horas.

Será que podemos??? 

08
Fev08

Namorar ...

pensamentos.a.nu

"Namorados. São uma coisa porreira. Dão-nos rosas, escrevem-nos poemas, compram-nos cartões com ursos remelosos e “fofinhos” da colecção Forever Friends, olham para nós com aquela expressão que têm os cães da União Zoófila e enchem-nos os dias de amor e romance. Os mais dotados e dedicados trazem o pequeno almoço à cama, cantam-nos Caetano Veloso ao ouvido – ou, no mais apurado estilo poético, declamam David Mourão-Ferreira num tom que só nós ouvimos – levam-nos às Caraíbas, oferecem-nos livros maravilhosos e discos inesquecíveis. Os mais tradicionais gostam de nos levar a jantar fora aos restaurantes da moda, os artísticos preferem levar-nos ao teatro, ou a Porto Brandão numa romântica viagem de cacilheiro ao fim de semana com as gaivotas por companhia e meia dúzia de gatos pingados avulso no mundo.

 

Namorados. São uma coisa porreira. Fazem-nos sentir a nós mulheres bonitas, únicas, amadas e desejadas. Chamam-nos Pequeninas, Princesas e outras delícias para o ouvido e o coração, enchem-se de paciência para ouvir os nossos desabafos e alinham com os nossos amigos. Alguns até têm um dom especial para lidar com as nossas mães, mas isso é uma singularidade rara, não podemos contar com ela no comum mortal.

 

Namorados. São uma coisa porreira. Até ao dia. O dia em que acordam e ficam com dúvidas, acendem a luz de alarme do complicómetro e começam a pensar no-que-é-que-isto-vai-dar, ou então ligam o radar que é outra peça que vem sempre acoplada ao macho e descobrem que o mundo está cheio a abarrotar de Princesas, Pequeninas e outros seres maravilhosos com longas pestanas, calças de ganga justas e cabelos compridos. E que muitas delas, coitadinhas, estão tão sozinhas, mesmo a precisar de companhia.

 

Como dizia o outro – desculpem andar-me a repetir com citações, parece que já usei esta, mas para mim é mais ou menos como o puré de batata nos menus dos colégios, dá para tudo – o homem caça e luta, a mulher intriga e sonha. E caça mesmo. Perdizes, narcejas, galinholas, Cláudias, Kátias ou Luisas, tanto faz. No couto ou no Lux, é indiferente. Ao meio-dia num campo descoberto ou às cinco da manhã na pista da Kapital, não é relevante. O que o Homem gosta é do acto predador: se é um safari no Quénia ou uma saída na movida lisboeta, tanto faz. Há que apanhar uma presa e dar-lhe cabo do canastro. O que é preciso é um tipo manter-se vivo, dizia-me outro dia um caçador nato. Como se a vida dependesse disso.

 

Namorados. São uma coisa porreira, se nunca nos esquecermos que são como os iogurtes: saborosos, docinhos, deliciosos, mas com prazo de validade. Mas há que olhar para o lado do bom da coisa e fazer como diziam os romanos carpe dien, que é como quem diz, aproveitar o dia e esperar pelo dia seguinte sem esperar nada. Com um bocadinho de sorte, pode ser que ele ainda lá esteja, ou telefone, ou não lhe tenha apetecido ir às narcejas. Ou às Cláudias."

 

 

Margarida Rebelo Pinto

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D