Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

28
Abr08

Pouco ou q.b?

pensamentos.a.nu

Já algumas vezes disse aqui que o que dás é pouco para mim ... mas sabes quando e porquê digo isso? Quando a tua ausência me magoa, porque a tua ausência me dói! Quando me dou conta que me fazes falta ... mais do que eu queria! Mas sabes, o que me dás e quando me dás ... é tão bom, é tão superior a tudo ... é tão mágico!

No Domingo, fomos tão felizes amor! Aqueles momentos, banais por sinal, foram tão intensos ... e mesmo sendo banais nunca o tinhamos feito com ninguém, não é? O cenário era perfeito: o sol, a esplanada, o mar ao fundo e nós ... só nós dois ...nada mais existia ao nosso redor, parece que o mundo parou para apreciar a nossa felicidade! E que felizes estávamos ... pareciamos duas crianças! Depois trocamos o sol pela lua, a esplanada pela areia ... e sentimos o mar ao nosso lado mas, o estado de felicidade manteve-se!

Como é evidente, para quem lê isto ... não te consigo renunciar ... não consigo porque decidi que não quero! Fazes-me bem demais para me afastar de ti ... prefiro o "pouco" que me dás do que deixar de te ter! Entre a vontade de te ter e o que de facto deveria fazer (afastar-me) encontrei o equilibrio ... enquanto conseguir viver neste meio termo vou-me deixando levar ... vou-me permitindo ser feliz! Claro que nem sempre consigo ser coerente ... a tua ausência provoca um enorme vazio dentro de mim e, provavelmente, mais post contraditórios a este irei escrever mas ... o amor não é isto mesmo? Temos certeza de quem amámos mas, nem sempre temos a certeza qual o caminho a tomar e, como se costuma dizer, quando achamos que temos todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas!

"Não queria ser na tua vida o início do fim, nem o fim de um começo, mas o início de um começo sem fim ..."

24
Abr08

Tenho que ... mas não consigo!

pensamentos.a.nu

Tenho que te ... tenho que me afastar ... tenho que ter forças ... tenho que ter coragem!

Não posso mais viver nesta "fantasia", não me posso iludir mais!

Eu sei que tu me amas, ao teu jeito, mas amas, mas começo a achar que sou demasiado exigente e o que me dás é pouco para mim! Eu quero mais, eu preciso de mais! Não posso continuar à espera 24h/dia por noticias tuas, passar perto do teu trabalho só para me sentir mais perto de ti, olhar vezes sem conta para o telemóvel (e ele não há meio de tocar), olhar para todos os lados por onde passo e, em cada pessoa ver um pedacinho de ti!

Sinto-me a enlouquecer ... será isto o amor? Sim, é de facto amor o que sinto por ti mas, por maior que ele seja, não posso deixar de ser eu, entendes??

Enquanto penso e relembro tudo o que já vivemos ... sorrio ao mesmo tempo que as lágrimas rolam pelo meu rosto ... um emaranhado de sentimentos me invadem ... às vezes até acho que a raiva é maior que o amor mas, quando te vejo, quando me olhas nos olhos ... fico sem reação, sem noção da realidade... o tempo pára naquele instante, tudo à minha volta deixa de fazer sentido ...

Sinto tanto a tua falta meu anjo! Mas, como já te disse vezes sem conta, por muito que isso me doa, prefiro amar-te em silêncio no meu cantinho, do que viver com esta angústia, com esta vontade quase incontrolável de gritar para o mundo que te amo!

Não, continua a não ser um ponto final ... serão mais reticências e sabes porquê? Porque me recuso a acreditar que a nossa hitória acaba agora, assim ... duas pessoas que estão separadas mas que se amam ... recuso-me ... a vida não pode ser assim tão injusta, pode? Tenho esperança que um dia a tempestade vai acabar, vai passar!

Sabes do que tenho tido mais saudades? De me fazeres rir, de eu te fazer rir, de rir-mos juntos de coisas banais ... ainda te lembras o quanto nos divertimos? O quanto conseguiamos rir e reflectir sobre coisas sérias ao mesmo tempo? Lembras-te o quanto adorávamos aquelas nossas conversas, com o Rio Douro mesmo ali a escutar tudo? Esse Rio, testemunha de como tudo começou ... testemunha do nosso amor!

Que mais este rio testemunhará sobre nós???????????????

21
Abr08

Hora de tomar decisões ... será??????

pensamentos.a.nu

Ontem tive uma tarde reparadora ... consegui conversar com um "amigo" ... reflectir, colocar as ideias no lugar, traçar caminhos ... recarregar energias!

Nunca duas horas foram tão positivas como as de ontem! Sozinha e a ter que fazer horas, decidi encontrar-me com o meu "amigo" mar! Foi tão bom!

Saí de lá mais leve, de bem comigo e com o mundo ... poderei até dizer feliz! Não que, as decisões que tomei sejam agradáveis, porque de facto não o são ... mas preciso de as tomar, preciso deixar o caminho livre e, se o destino assim o quiser, os nossos caminhos voltarão a cruzar-se mas, por agora, tenho que me afastar ... até pela minha sanidade mental e emocional!

Tomei as decisões ... mas ainda não as executei e, não estou muito certa que as consiga fazer ... sei que será o mais correcto mas, o "poder" que tens sobre mim, nem sempre me deixa ser racional... nem sempre me deixa ser EU!

Sei que estás a passar um mau bocado e que, contas comigo para te apoiar, para ser o teu porto de abrigo ... eu entendo, quando me aconteceu a mim eu também tive um porto de abrigo ... alguém que me deu o ombro para eu chorar, alguém que enchugou as minhas lágrimas ... e eu, acabei por confundir os sentimentos e fiz esse alguém sofrer ... sabes, não quero que o mesmo me aconteça a mim ... e, sobretudo, quero que tomes as tuas decisões por ser isso que queres, pela tua liberdade, por ti!

No pouco tempo de conversa que tivemos no sábado, houve coisas que me ficaram na dúvida ... ontem, ouvindo o mar, consegui perceber ... e percebi que não posso, nem quero, que nada nem ninguém, apague em mim este sentimento tão maravilhoso. Sinto-me feliz por apenas te amar  ...

Pedes-me para esperar por ti ... dizes que precisas de mim ... eu também preciso de ti, mas esperar? Será correcto pedires-me isso? Será correcto dizer-te que sim? Não será melhor irmos levando a nossas vidas, seguindo os nossos caminhos? Se um dia, os nossos caminhos se tornarem no nosso caminho ... ai saberemos que eu fui capaz de esperar e que tu fizes-te por isso!

Não sei, se olhando nos teus olhos (de felino) vou conseguir dizer e transmitir tudo isto com a clareza que se pede nestas situações pois, quando estou ao teu lado ... deixo de ser racional! Se, não o conseguir fazer, peço-te que leias tudo com atenção, que leias as entrelinhas, que não interpretes mal ... não estou a colocar um ponto final no nosso "filme" ... apenas a fazer um intervalo que durará o tempo que ambos acharmos necessário! Se, por ventura, o intervalo for infindável ... alteraremos a emissão, mudaremos de canal ... e seguiremos nossos rumos, com a certeza porém que seremos inesquecíveis um para o outro!

Escrever é bem mais fácil do que fazer, executar e, continuo sem estar muito certa de que conseguirei afastar-me de ti ... afinal, mesmo entre nuvens ... continuas a ser o meu sol!

Amo-te Di!

18
Abr08

Depois da tempestade ...

pensamentos.a.nu

Por entre nuvens meio cinzentas ... outras bastante negras ... o sol voltou a espreitar ... e os raios de luz começam a fazer efeito ... afinal o sol nunca deixou de existir ... mesmo que não se visse, mesmo que não se quisesse sentir ... ele esteve sempre lá!

Hajam as tempestades, tornados, raios, trovões que houverem ... o sol continua a existir e, quando aparece ... até nos esquecemos o mau bocado que passamos ... porque a sua ausência é bem pior ... dói muito mais!

Espero que este "sol" continue a brilhar, pelo menos dentro de mim! E, se o sol não brilhar dentro de ti ... não vou desesperar (assim espero) ... vou sempre agradecer os momentos que passamos juntos e o facto de poder te amar, porque poder sentir o que sinto por ti é, por si só, um privilégio ... há pessoas que passam a vida inteira sem nunca sentir nada parecido! E, por muito que a tua ausência me faça sofrer ... amar-te compensa isso tudo ... e quando não compensar ... sigo o meu caminho, ultrapasso mais um obstáculo e vou em frente, como sempre fiz!

Esta "tempestade" fez-me sofrer mas, sobretudo, fez-me crescer e, entender coisas sobre o amor que afinal de contas nunca tinha percebido! Fez-me entender que, quando amamos, sonhamos com tudo de bom, sonhamos em ser-mos correspondidos, em vivermos esse amor em pleno, sem medos, sem inseguranças mas, se esta conjuntura não acontecer ... podemos ser felizes pelo simples facto de sabermos o que é amar de verdade!

17
Abr08

Raio de Luz

pensamentos.a.nu

Porque ando numa onda de música brasileira, principalmente em ouvir Simone (porque sera nodiaquetevi ?????) ... este poema da canção "Raio de Luz" é algo de ... sei lá ... terá sido feita para mim??????

Aqui fica para se deliciarem (espero) como eu ... amar é ou não a coisa mais bela??? Mesmo que às vezes não seja como queremos, até mesmo não sendo correspondido ... amar não é para todos ... há pessoas que passam a vida inteira sem descobrir o que de facto é o amor!

"Você chegou, e iluminou o meu olhar,
Teus olhos nus, raios de luz no azul do mar
Meu coração, que sempre quis acreditar,
Bateu feliz, foi só você chegar
Sei que a paixão, apaga o chão, rareia o ar, ser e não ser,
Negar querer, fugir ficar
Mas não fui eu quem quis assim, aconteceu você pra mim
E eu não vou negar o que
O acaso quis pra nós
A chama desse amor me faz sorrir cantar, te quero mais
Te chamo só pra repetir, te amo...."


Ahhhhh ... dedico a alguém especial que, de uma forma, ou de outra, ainda ilumina o meu olhar!

14
Abr08

Diário da tua ausência

pensamentos.a.nu

"Quando se ama alguém, tem-se sempre tempo para essa pessoa. E se ela não vem ter conosco, nós esperamos. O verbo esperar torna-se tão imperativo como o verbo respirar. A vida transforma-se numa estação de comboios e o vento anuncia-nos a chegada antes do alcance do olhar. O amor na espera ensina-nos a ver o futuro, a desejá-lo, a organizar tudo para que ele seja possivel. É mais fácil esperar do que desistir. É mais desejar do que esquecer. É mais fácil sonhar do que perder. E para quem vive a sonhar, é muito mais fácil viver." 

(Margarida Rebelo Pinto)

Nota: Li este post num blog de uma nova amiga (http://bebequinhas.blogs.sapo.pt/) ... como adorei e porque transmite o que "sonho" decidi transcrevê-lo.

11
Abr08

A tua ausência

pensamentos.a.nu
O meu mundo caiu no instante em que me vi sem ti ...

E o que faço eu com esta saudade???? Como acalmo meu coração???? Como sigo em frente se me falta a luz dos teus olhos para me guiar???? Se me falta a tua mão para me agarrar???? O que queres que faça com tudo o que sinto???? Não posso simplesmente arrancar do meu peito o que, com jeitinho e delicadeza, conseguis-te lá depositar!

Como faço Di, como faço?

Como acalmo esta vontade, quase louca, de te abraçar, de estar contigo, de simplesmente me deliciar a olhar para ti????

Qualquer coisa, por mais banal que seja ... me faz lembrar de ti... lembrar? Não sei se será lembrar pois afinal eu não páro de pensar em ti ... porra ... entras-te mesmo!!!!

Pedes-me para ter calma, para ter paciência que irei entender tudo ... que me irás dar as explicações que mereço, olhos nos olhos, e que te irei entender ... e a mim meu anjo, quem entende???? Tu entendes esta minha dor???? Entendes este meu sofrimento???? Tu dizes que sim mas sabes, estou a sentir-me tão sozinha ... tão só ... e pergunto-me tantas vezes ... podia evitar sentir o que estou a sentir???? Seria tão mais fácil descobrir que afinal tudo não passou de uma ilusão ... que afinal nunca te amei na realidade ... mas não é nada disso!

Sei que ainda ontem te magoei ... fui bruta contigo, mas sabes porque o fiz???? Para que não percebesses o quanto estou a sofrer, o quanto a tua ausência me dói, o quanto te amo!

Pedis-te-me para não te esquecer, para não esquecer que me amas ... não me faças esquecer, não me faças sequer, querer esquecer o que sinto por ti.

Por muito que tudo isto me doa, eu não sou de desistir ... e quem sabe, isto não é uma prova (de fogo) para o que sentimos um pelo outro???? Quem sabe não é uma partida da vida para ver se realmente é "isto" que queremos????

Vou estar atenta aos sinais que a vida me der ... eu sei que na altura certa saberemos que rumo tomar!

Entretanto ... fico aqui no meu canto, relembrando os nossos momentos e amando-te em silêncio!!!!

08
Abr08

...

pensamentos.a.nu

Porque foste cobarde? Porque me deixas-te à margem do que se passava? Não merecia isso, não mereço isso! Não de ti ... com quem partilhei tanta coisa!

Ainda no sábado me dizias que eu ainda não tinha entendido o que significava para ti, o que sentias de facto por mim ... mas será que entendi o certo? Será que tudo isto não foi uma ilusão tua? Será que, de facto, não fui um refugio para ti, uma caverna onde te escondes-te dos teus problemas?

Disses-te tantas vezes que se alguém me magoasse, me ferisse que tinha que se ver contigo ... mas, se foste tu o causador desta dor, deste sofrimento ... o que vais fazer contigo????? Abris-te uma ferida, fizes-te-me chorar e desesperar ... fizes-te-me querer desaparecer!

A ferida está aberta ... o tempo ajudará a cicatrizar! Pode cicatrizar bem, ou mal, está nas tuas mãos! Vou deixar o tempo passar, a poeira assentar e, como te digo vezes sem conta, nada na vida acontece por acaso! Também isto terá o seu propósito! Este afastamento imposto, entre nós, trará muitas respostas às imensas perguntas que já fiz a mim própria (provavelmente também as fizes-te). Se o que nos une for de facto verdadeiro ... então, tudo isto só servirá para fortalecer ainda mais ... se assim não for ... sei que seremos inesqueciveis um para o outro ... lembraremos o que de bom nos uniu, o que de maravilhoso partilhamos ... e, seguiremos os nossos caminhos!Apetecia-me escrever muito mais ... dizer-te muito mais ... mas, quando me lembro do teu olhar de ontem ... da tua voz de ontem e hoje ... fico desarmada!

Vou aguardar pelo que o futuro tem reservado para mim ... para nós ...

02
Abr08

Entre fantasmas e pontes ... tudo o que te dou!

pensamentos.a.nu

De que servia ter o mapa, se o fim estava traçado? De que servia terra à vista, se o barco estáva parado? De que servia ter a chave,  se a porta estáva aberta? De que serviam as palavras, se a casa estáva deserta? Tu deste-me um novo rumo, colocas-te o barco a andar, fechas-te a porta para que a chave tivesse uso e habitas-te a casa! Levas-te os meus fantasmas, salvas-te-me da espada e disses-te-me onde era a estrada!

E eu, e tu, perdidos e sós, amantes distantes (não muito), que nunca caiam as pontes entre nós!

Às vezes sou forte, coragem de leoa, às vezes fraca, assim é o coração. E eu não sei que mais te posso dar, se te dou tudo o que tenho ... mas também sei que tudo o que te dou, tu me dás a mim ...

A "ficha" caiu, os fantasmas apareceram, a ponte abanou ... e fez-me desesperar ... um desespero que não conseguia controlar, um medo terrivel de te perder! Mas, encontrei novamente o meu ponto de equilibrio! Encontrei-o no teu sorriso, no teu abraço, nas tuas palavras! Sinto-me novamente com forças para lutar, para viver, para vencer!

Não vou (pelo menos não quero) angustiar-me com o futuro e, se um dia a "ficha" voltar a cair, se voltar a bater no fundo ... espero encontrar, na escuridão, a luz do teu olhar, a tua mão para me agarrar!

És o meu porto de abrigo, com quem rio e choro, quem me escuta além de ouvir, quem me ama além de apenas dizer ...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D