Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

22
Jul08

Um dia ...

pensamentos.a.nu

"Um dia ... percebes a diferença, a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E aprendes que amar não significa apoiares-te, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contractos e presentes não são promessas.

Começas a aceitar as tuas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança

E aprendes a construir todas as tuas entradas hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair meio em vão.

Um dia ... aprendes que o sol queima se ficares exposto por muito tempo. E aprendes que não importa o quanto tu te importes, algumas pessoas simplesmente não se importarão...

E aceitas que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-te de vez em quando e tu precisas de perdoá-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobres que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que podes fazer coisas num instante, das quais te arrependerás para o resto da vida.

Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida, mas quem tens na vida. E que bons amigos são a família que permitimos escolher. Aprendes que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam; percebes que o teu amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida, são tomadas de ti muito depressa, por isso, devemos sempre deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que a vejamos.

Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser.

Descobres que levas muito tempo para te tornares a pessoa que queres ser, e que o tempo é curto. Aprendes que não importa onde já chegas-te, mas para onde estás indo; mas se não sabes para onde estás indo, qualquer lugar serve.

Aprendes que, ou tu controlas os teus actos, ou eles te controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicado e frágil seja a situação, sempre existem dois lados.

Aprendes que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências. Aprendes que paciência requer muita prática.

Descobres que algumas vezes a pessoa que estavas à espera que te empurre quando cais, é uma das poucas que te ajudam a levantar.

Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendes-te com elas, do que com quantos aniversários celebras-te. Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas.

Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos não prestam; poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dará o direito de ser cruel.

Descobres que só porque alguém não te ama da forma que tu queres que te ame, não significa que esse alguém não te ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabes como demosntrar ou viver isso.

Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, serás em algum momento condenado.

Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que o consertes. Aprendes que o tempo é algo que não volta atrás.

Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma...

E aprendes que realmente podes suportar tudo ... que realmente és forte, e que podes ir muito mais longe, depois de pensar que não se pode mais."

 

Shakespeare 

 

 

Nota: Este Shakespeare era mesmo muito à frente ...

11
Jul08

Quase

pensamentos.a.nu

 

" Ainda pior que a convicção do não é a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas ideias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no Outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

 

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."

Sarah Westphal

07
Jul08

Desilusão

pensamentos.a.nu

Tentei encontrar o significado do que sinto, de como me sinto … desilusão, desiludida! Mas, nenhum sinónimo, nenhuma explicação consegue transmitir na íntegra como me sinto. É, hoje sinto-me assim, desiludida com o carácter de certas pessoas, desiludida com o mundo … até desiludida comigo por permitir que me deixem assim mas, poderia eu evitar a desilusão? Até prova em contrário, acredito no que me dizem, no que me transmitem … tomo isso como sendo verdade porque também eu sou assim … como dizia no meu post anterior “…não quero ser, não sou capaz de ser mentira …” e, como sou, julgo os outros. Maior que a desilusão é não perceber o porquê, não entender a razão … não ter explicação para tal! Sem nada fazer prever (e isso ainda dói mais) surgiu uma fenda que depressa se tornou num buraco enorme e, tudo isso me revolta ainda mais.

Desilusão é resultado de ilusão? Provavelmente sim, provavelmente iludi-me, imaginei o que não és nem queres ser, imaginei em ti a minha “salvação” e, com tudo isto ainda me colocas-te mais perto do abismo. Não julgo todos por igual mas, cada vez acredito menos na sinceridade, na honestidade dos actos das pessoas, parece estar instituido que tem que haver sempre algo por trás de cada gesto, de cada palavra: um interesse próprio, egoísmo puro e duro. Sendo justa ou não, adquiri esse direito … não posso continuar a entregar-me às pessoas de corpo e alma … não posso permitir que me magoem gratuitamente, não posso mesmo! Como se costuma dizer, elas não matam mas aleijam … e xiça, estas pancadas magoam mesmo.
A vida é mesmo assim, feita de ilusões e desilusões que nos ajudam a crescer, a aprender e, de todas as que tenho tido tento ver sempre o lado positivo, todas elas me tornaram naquilo que sou hoje, tornaram-me mais forte, ciente do que sou capaz, mais determinada. Mas, também há o lado negativo que vai além da dor, da mágoa … é a frieza que vou adquirindo, a capa que vou construindo à minha volta, a injustiça que me faz, por vezes, julgar todos por igual.
Bem … já desabafei o meu baixo astral … agora é hora de me erguer e seguir a caminhada … o que não nos mata, torna-nos mais fortes.
04
Jul08

Canção com encanto

pensamentos.a.nu

Ontem, pela noite, ouvi uma música que me entrou no ouvido ... diria até, no coração, na alma!Talvez pela hora, pela companhia, pelo momento, por ser cantada para mim ... não sei muito bem explicar ... talvez porque precise, tenha necessidade de encontrar de novo "magia" na minha vida.

Só consegui descobrir quem canta mas, aqui fica a letra que dedico a quem a cantou (e me encantou) pra mim ...

 

Queria saber, até onde posso ir

Queria conhecer, os teus olhos e o teu sorrir

Aprender contigo aquilo que não sei

Perguntar-te como amigo o que nunca perguntei

E saber se existe amor entre nós

 

Não quero ser, não sou capaz

De ser mentira, e aliás

Toda a verdade é que não sei

Até onde posso ir

 

PS - As respostas dou pessoalmente

02
Jul08

Quero...

pensamentos.a.nu

Não quero alguém que morra de amor por mim... Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando. Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim... Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante para mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível... E que esse momento será inesquecível... Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando no meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre... E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém... e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho... Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento... e não brinque com ele. E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ela que o amor existe... Que ela é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz. Quero poder acreditar que se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas... Que a esperança nunca me pareça um "não" que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como "sim". Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto é especial é importante para mim, sem ter de me preocupar com terceiros... Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim...e que valeu a pena!!!

01
Jul08

26/06/2008 - 23h20m - Out of Portugal

pensamentos.a.nu

Tanto já escrevi sobre ti, para ti ... hoje, escrevo sobre esse "the end" que tantas vezes ameaçou aparecer. Um "the end" com milhares de quilometros de distância ... por telefone, sem olhos nos olhos ... se calhar foi melhor assim!

Sabes, não me sinto feliz mas, sinto-me aliviada ... não estou 100% certa que era o que queria mas, estou 100% certa que era o que tinha que fazer ... como muitas vezes te disse, é o meu grito de liberdade. Por muito que te ame, este amor faz-me sofrer, estar ao teu lado era como se fosse escrava, presioneira de uma guerra que não é minha!

Não tenho medo do futuro ... por muito que tudo isto me doa, me magoe, sinto-me em paz. Sinto-me com forças para seguir em frente, para lutar pela minha felicidade, para lutar por alguém que faça por merecer o meu amor, que me aceite como sou, que me entenda, que me faça rir ... há tanto tempo que já não riamos Di!

Tudo o que vivemos me fez crescer e aprender muitas coisas ... fez-me aprender que não posso lutar por alguém que não quer ser conquistado, que não conquista porque acha que já fez tudo, que não luta por aquilo qu quer ... numa "guerra" mesmo que alcancemos a vitória, há sempre perdas ... tu não querias perder nada, arriscas-te e perdes-te-me! Perdes-te-me porque quises-te ... não sou posse tua!Eu também perdi mas, para alcançar a minha felicidade tive que abdicar de algumas coisas ... neste momento abdiquei de ti, de tudo o que passamos, de tudo o que sentimos. Decidi "sacrificar" o que sinto por ti para poder voar!

Sim, encontrei outro alguém. Não o amo, nem ele me ama a mim mas estamos bem na companhia um do outro, acima de tudo somos verdadeiros amigos. Entre nós não há mentiras, não há julgamentos ... ao lado dele sinto-me feliz ... sinto magia, voltei a rir!

Não te digo adeus (como me disses-te a mim) porque considero que adeus é para quem morre e tu, nunca morrerás para mim.

Encontra o teu caminho ... e sê feliz!

Desta, soltei mesmo as amarras.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D