Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

25
Fev09

No meu canto...

pensamentos.a.nu

Não decidi seguir em frente ... ainda é cedo para isso, ainda não o consigo fazer! Apenas decidi ficar aqui no meu canto, mesmo sentindo-me perdida, a recordar os nossos momentos, as nossas conversas... o quanto me fazias sentir viva! Não vou mais ligar-te, procurar-te... nem sequer vou continuar à procura das explicações, das respostas ... elas virão ao meu encontro!

Nada na vida acontece por acaso e tudo tem explicação!

Continuo sem conseguir ter raiva de ti, afinal fizes-te-me viver momentos maravilhosos... fizes-te-me sentir completa e, sobretudo, fizes-te-me perceber que ainda tenho capacidade de amar!

Vou continuar aqui, amando-te em silêncio, com saudade, com vontade de ter e ser tudo o que já tivemos e fomos ... esperando que a vida me dê uma luz, me indique o caminho!

O que sinto por ti é puro...é algo que não se explica... costumo dizer que "eu não sei o que me aconteceu, foi feitiço, o que é que me deu para gostar tanto assim de alguém, como tu"...

Sofoca-me só a ideia de pensar que tudo acaba assim, que tudo acaba aqui e agora! Mas se assim for... terei sempre algo que nada nem ninguém me poderá tirar: as lembranças, as recordações de que um dia fui feliz ao teu lado!

Amo-te Di!

13
Fev09

Um pedaço de mim

pensamentos.a.nu

Um destes dias, uma amiga destas andanças (cuidandodemim), disse-me "custa seguir em frente sem um pedaço de nós" ... é mesmo isso, tu és, ainda és, um pedaço de mim e custa-me tanto partir sem esse bocado! Acho que ainda me custa mais porque não te disse tudo o que tinha pra dizer, porque não ouvi tudo o que tinha que ouvir... às vezes sinto que fizes-te tudo para que fosse eu a decidir afastar-me... que a decisão fosse minha!

Nos poucos momentos que temos falado sinto que foges, de algo, de alguém... talvez de mim! Não merecia isso, pois não Di?

Tento, vezes sem conta imaginar o que estás a passar, o porquê dessa tua frieza, o porquê de me ignorares tanto assim! Tento, porque te amo, arranjar-te sempre desculpas... tento que sejas tu a ter razão... mas não, nada justifica a tua atitude pois não? Tu sabes que não!

Tanto que passamos junto mor... tantos momentos maravilhosos, únicos, especiais para quê? Para acabar assim? Quase sem falar-mos, sem perceber...

Tento, também vezes sem conta, que a raiva se torne maior que o amor, que os momentos menos bons me façam esquecer os momentos bons mas não consigo ... tu completas-me... completavas! Lembras-te que até diziamos ser almas gémeas? Lembras-te que não precisavamos falar para nos entender-mos, para perceber-mos como estava cada um de nós? Entendiamo-nos tão bem no silêncio meu anjo! O que foi feito de tudo isso? O que fez isso desaparecer?

As minhas imensas dúvidas continuam a perseguir-me e a impedir-me de seguir em frente ... de seguir o meu caminho, mesmo que tenha que ser sem esse pedaço que faz parte de mim, que me faz, fazia, sentir viva!

Amo-te Di... e se tudo o que disses-te tem algo de verdade... faz-me perceber, faz-me entender o motivo para que possa começar a viver de novo, mesmo que do zero... mesmo que sem ti!

08
Fev09

Sem ti

pensamentos.a.nu

Vim até aqui... sentir a brisa do mar... tentar espairecer, libertar-me de toda esta angústia... mas é impossivel, não consigo parar de pensar em ti... de recordar tudo o que vivemos, todos aqueles momentos que guardo como se de um tesouro se tratasse.

Fecho os olhos por momentos e sinto-te aqui, bem ao meu lado... ainda consigo recordar o quanto é bom o teu abraço apertado. Dentro dos teus braços sentia-me protegida... nada me fazia mal... eras o meu porto de abrigo... agora? Agora sinto-me perdida sem esse meu porto seguro para onde sempre voltava...

Gostava, por breves momentos, voltar atrás, reviver um dos imensos momentos em que tudo à nossa volta não fazia sentido... só existiamos nós... apenas nós!

Esta saudade imensa tolda-me os pensamentos, os movimentos, a vontade de reagir... já nem sei quem sou! Sem ti não me consigo encontrar!

Continuo a repetir para mim própria que tenho que reagir, que tenho que me libertar de ti para puder seguir em frente... mas dói ter que assumir que a minha vida continuará sem ti ao meu lado... sem a luz dos teus olhos para me iluminar o caminho, sem a tua mão para me impedir de cair... sem ti meu amor, sem ti!

07
Fev09

Um aninho

pensamentos.a.nu

 

 

 

 

 

Gostaria de festejar este dia com mais alegria, com mais animação mas, até o aparecimento deste blog deve-se a ti! Foste o inspirador de tanta escrita... foste a inspiração para colocar neste "papel" tudo o que sentia... tudo o que me fazias sentir ... tudo começou por tua causa!

Contudo, criar este blog fez-me perceber que existe um mundo de amigos virtuais à minha volta ... amigos no verdadeiro sentido da palavra ... amigos que sem me conhecerem percebem o que aqui transmito... amigos que me dão o ombro mesmo a quilometros de distância ... a todos vocês que aqui visitam o meu cantinho... OBRIGADA ... afinal os parabéns também são para vocês que me vão dando alento para continuar a escrever!

Espero continuar a contar convosco e com a vossa presença aqui neste meu mas também vosso cantinho!

06
Fev09

Abandonada ...

pensamentos.a.nu

Sinto-me abandonada... abandonada por mim mesma!

Olho para mim e vejo ali, o meu corpo inerte, sem movimento... volto a olhar e grito pra mim mesma: reage mulher, por morrer uma andorinha não acaba a primavera! Mas nada, nem me mexo! Vejo o meu olhar triste, longe, bem distante. Sinto que não tenho vontade pra mais nada ... já não sorrio sequer ... o único movimento que vejo é o pestanejar dos olhos que as lágrimas, que caem sem cessar, assim obrigam!

Tudo o que vejo em meu redor me faz lembrar de ti... me faz lembrar de nós, esse nós que me parece já tão distante, esse nós digno de um verdadeiro conto de fadas! Mas tu, meu principe, mesmo me salvando, mesmo tendo dado razão à minha vida ... foste embora ... talvez para outro castelo salvar outra princesa... talvez, tantos talvez... e levas-te tudo contigo!

Penso e digo pra mim própria que tenho que seguir em frente, que mais uma vez tenho que começar do zero mas, o medo da certeza de te ter perdido para sempre, prende-me o movimento, prende-me a vontade de reagir!

Para quê fazer planos, traçar projectos se já tinha feito tudo isso contigo? Sem ti não faz sentido, não agora!

Não te ver faz-me mal ... ver-te ainda me faz pior ... já não me vejo nesse teu olhar de felino ... já não vejo brilho no teu olhar ... já nem te tentas explicar ... se calhar não o fazes para não me magoar ... mas não entender o porquê, magoa muito mais, acredita!

Como te amo porra! Não consigo deixar de lado esta vontade de lutar por ti mas, será que vale a pena? Diz-me Di, vale mesmo a pena?

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D