Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

11
Jul18

Descomplicando...

pensamentos.a.nu

"Que a vida te livre de tudo o que te impeça de ser feliz. Que te rodeie de pessoas que consigam ver o melhor de ti (e o que de bom te esqueces que és). Que te lembre sempre que duas linhas não se cruzam à toa e que nem sempre as perdas são verdadeiras perdas. Que te acalme a alma quando tiveres de deixar ir quem foi importante para ti. Que seja leve quando tiver de te (re)ensinar que há coisas que não dependem da tua vontade, que nada dura para sempre (nós só fingimos que não sabemos…), e que há uma linha que separa o tempo das reticências e o tempo de um ponto final. Descomplicar também é fazer reset."

Sofia Castro Fernandes
https://www.fnac.pt/Descomplica-Sofia-Castro-Ferna…/a1447508#

unnamed11.jpg

 

10
Jul18

Está difícil...

pensamentos.a.nu

artworks-000113316607-f4aj65-t500x500.jpg

Está difícil...

Está difícil suportar a saudade... suportar a vontade louca de te ligar, de te ouvir, de de abraçar....

Hoje não está fácil, vejo-te em casa pessoa, recordo-te em casa música, cada detalhe me faz lembrar de ti...

O telefone toca... penso sempre que és tu... mas nunca és....

Vamos ficar com este livro por acabar, uma história por contar... porque tens medo de ser feliz!

Está difícil... mas está na hora de partir... de soltar as amarras que ainda me prendem (e muito) a ti! Está na hora de saltar desta embarcação que não me leva a lugar nenhum... está na hora de arriscar e tentar me salvar!

Está difícil... 

05
Jul18

Acreditando...

pensamentos.a.nu

"Olha para ti, estás sem rumo, escondes para quem te rodeia que estás à deriva como um barco sem leme guiada só pelo vento.
Deixaste de acreditar, deixou de haver cores na tua vida, passaste a ver tudo em escala de cinzas.
Não há recordações, não há saudade, deixou de existir sentimentos verdadeiros.
Estás magra, nada te consegue alimentar. Até a tua comida favorita perdeu o sabor. É tudo tão neutro e insípido. É tão duro que até parece um enorme sacrifício respirares. Como te deixaste arrastar até aqui?
Onde está a esperança que tanto alimentaste anos a fio sem nunca largar mão?
Reconquista-te. Mereceste-te.
Viver não é fácil, escolher caminhos é doloroso mas dá o primeiro passo. Seja em que direção for.
Orgulha-te de onde vieste, dos teus passados, do que perdeste e conquistaste. Sempre conseguiste e não vai ser agora que vais deixar de sentir os perfumes da vida.
Eu acredito que és capaz.
Acreditas em mim?
Acredita comigo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D