Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

31
Jul09

Chegou a hora...

pensamentos.a.nu

Chegou a hora! Não adianta fazer de conta que não é nada comigo, que tudo me passa ao lado… é a hora, é agora o nosso fim… chegamos ao fim da estrada... da nossa encruzilhada!

Fico parada, sonhando acordada. E todos os nossos momentos passam na minha frente como se de uma longa-metragem se tratasse… mas aqui não houve um final feliz, os actores principais não foram felizes para sempre!
Chegou a hora de soltar as amarras que me prendem a ti… afinal elas só existem de minha parte… tenho que acordar para a realidade e dar o braço a torcer… perdi… perdi-te, ou melhor, não te consegui “ganhar”…
Neste tempo em que estou “parada”, o mundo à minha volta, continua a girar porque tudo continua, só eu parei à espera de alguém que não quer vir, que não quer seguir o mesmo caminho que eu!
Chegou a hora de não mais fechar os olhos para o que não quero ver, de não mais tapar os ouvidos para o que não quero ouvir… de não mais deixar aberto o coração para quem não me sabe amar!
Chegou a hora de não te procurar em qualquer pessoa que passa, de não buscar a luz dos teus olhos (que já nem brilham por mim) em qualquer olhos verdes, de não pensar que és tu sempre que o telefone toca, de não esperar mais pelo teu “bom dia” (que ultimamente já nem aparecia) para o meu dia correr melhor, ou do “bom almoço”, ou do “bom jantar”… ou do teu falso “amo-te muito”… chegou a hora de partir de mim mesma, de deixar essa pessoa que tanto te amou para trás… jogada, em lágrimas, pelo chão que tu pisas-te…
Chegou a hora de deixar de ter pena de mim mesma, de não lutar por quem não merece tudo o que dei, de não esperar o que nunca vem, de fingir que não tenho a certeza que me mentes descaradamente porque o pouco que me dás (davas) é bom… bom? Qual quê! É pouco, muito pouco, quase nada para o que te dei a ti (a mágoa um dia desaparece)!
Chegou a hora de ser egoísta, de pensar em mim… de não pensar que estou a ser injusta, que estou a deixar o grande amor da minha vida… sim, és o meu amor mas o amor quer-se sorridente, alegre, partilhado… sei que demorarei a ultrapassar, a esquecer este amor que me tolda os sentidos, que me corta a respiração que me sufoca de saudade… sim, sei, mas também sei que o tempo tudo cura… “lamberei” (tipo gata) as minhas próprias ferias que, agora abertas, um dia fecharão… as cicatrizes lembrar-me-ão momentos passados… apenas isso, passado!
Chegou a hora de não mais agir como teeneager inconsciente que acredita que as palavras que dizes são verdadeiras, são unicamente para mim, que de facto pensas em mim, que faço parte da tua vida… chegou a hora de ver a verdade nua e crua… e ver que não é nada disso!
Chegou a hora de não mais te obrigar a “crescer” e te deixar crescer sozinho, de te deixar cair nos teus erros, de não te passar a mão na cabeça como se faz ao miúdos… chegou a hora de te deixar viver sem mim (já o fazes tão bem, não é?) e aprender a viver sem ti!
Chegou a hora Di, a hora de partir, a hora de dizer adeus, não a ti, porque adeus é para quem morre e prometemos ser sempre amigos, mas ADEUS àquele que amei, ao “nosso” amor que afinal era só meu… deixar no passado o que afinal já passou…
Chegou a hora de traçar novos caminhos, fazer novos planos, traçar novos projectos… voar de novo… dar-me uma nova oportunidade… fechou-se uma porta… mas abrirei uma janela… e de novo voltarei a ter vontade de sorrir, de viver!
Chegou a hora Di… de te desejar tudo de bom, que encontres alguém que te ame, que te entenda, que te faça feliz, muito feliz! Sim, chegou a hora de seguir a minha viagem e, definitivamente deixar-te nessa estação para que encontres o teu rumo! Inevitavelmente, nos encontraremos por ai, as estradas das nossas vidas de novo se cruzarão mas apenas pela amizade que nos une e pelos “nossos” momentos passados… isso, ninguém nos tirará... mas o tempo não volta atrás!
 
Chegou a hora de, pela última vez, dizer que te amo, “meu” Di…
 
Chegou a hora de dizer… ADEUS meu amor, a Xungariazinha vai embora!
 
Chegou a hora de dizer… olá meu amigo, a S estará SEMPRE aqui!

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D