Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

26
Mai08

Balanço (escrito a 01/05/2008)

pensamentos.a.nu

 

Fazem hoje 5 meses ... 5 meses que parti ... peguei no meu tesouro e deixei tudo para trás ... comecei tudo de novo ... uma nova etapa, uma nova vida, um novo projecto!

Já passaram 5 meses e há coisas que não entendo.

Porquê tanta raiva? Porquê tanto ódio? Porque olhas ao teu redor para encontrares razões, para encontrares culpas, desculpas, quando bastaria olhares para ti … como eu olhei para mim! Sim, eu já assumi as minhas culpas e com elas viverei o resto dos meus dias … não procurei “bodes expiatórios”, não sacudi a água do capote … assumi e pronto! E, ao assumir, aprendi … todos nós deveríamos aprender com os nossos erros para evitar voltar a cometê-los! Porque não assumes os teus? Porque me culpas de tudo? Porque me culpas até de existir?

Agora até os amigos culpas? Porque te abandonaram, porque misturaram as coisas? Não foste tu quem virou as costas? Não foste tu quem misturou tudo? O teu afastamento prova muita coisa … o teu misturar de assuntos, prova muito mais! Tantas respostas querias obter para mostrares aos outros … e caís-te na tua própria armadilha … dês-te as respostas sem eu fazer as perguntas! Mostras-te e provas-te sem eu procurar!
Como te disse tantas vezes, e agora repetes tu … tudo se paga … e tu és o primeiro a provar do veneno que tu próprio semeaste! Bem que tentas-te colocar todos contra mim … eu nem precisei me defender, sem quereres e com a intenção do contrário, as tuas atitudes e palavras acabaram por ser a minha defesa!
Durante muito tempo fui o que todos esperavam que fosse … agora sou quem realmente eu sempre fui … sou fiel a mim própria! Não tenho dupla personalidade, não visto pele de cordeiro … sou como sou para todos, gostem, ou não! Não tento agradar só para ficar bem na fotografia! Até porque fotografias rasgam-se, queimam-se … o que transmitimos aos outros, fica guardado para sempre!
Tudo isto me fez crescer, me fez ver quem de facto merece algo de mim. Quanto mais tentam colocar-me para baixo … mais eu ganho forças para me erguer e seguir o meu rumo!
Não considero 10 ou 14 anos (como queiras) de enganos, de mentiras mas sim de aprendizagem. Uma mistura de momentos felizes com momentos menos bons … mas a vida perfeita não existe para ninguém! Não consigo guardar rancor … Deus ensinou-me a não o fazer! A vida é tão curta e porquê perder tempo com coisas que nos magoam e vão magoar os outros? O mesmo Deus que tantas vezes evocas-te e agora dizes e fazes tantas coisas em que Ele não entra!
Eu ao contrário de ti prefiro o amargo da realidade e a crueza da sua natureza, do que viver feliz na ilusão... isso é uma tolice!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D