Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

Pensamentos a Nu

Os meus pensamentos mais pessoais ... um pouco de mim ...

29
Set09

Desilusão... dupla!

pensamentos.a.nu

Acho que nem sequer acredito... penso e repenso como pude estar tão cega, como não consegui perceber que a intuição que, às vezes, me assombrava e me fazia sentir culpada por tais pensamentos, afinal estáva certa! Como pude não perceber que afinal não te encontravas com ele para o controlares para mim... mas sim para ti! Como pudes-te ser tão falsa? Como consegues, ainda, dizer-me que é mentira e dizer-me que não devo desistir, que devo apenas ter calma, que na tua opinião ele continua a gostar de mim? Como consegues ser tão cruel com a mão que te foi estendida vezes e vezes sem conta, quando mais ninguém estáva ao teu lado?

Juro, não quero acreditar na tua hipocrisia, na tua falta de caracter... AMIGA? És pior que Judas, não prestas, não vales nada! Ao menos Judas assumiu o erro, deu a cara... tu não, foste bem pior. Negas-te a pés juntos, inventas-te desculpas e, ainda pior, voltas-te a dizer-me que não devo desistir!

Mesmo de pé atrás... não é que acabei achando que falavas a verdade? Afinal eras minha amiga e não farias uma coisa dessas, pensei eu! Depois da poeira assentar comecei a somar um mais um e... continuo a não acreditar no resultado dessa soma... não pode ser... como pode haver no mundo gentalha como tu? És do mais reles que existe, metes-me nojo!

Para mais vincares a tua culpa nem apareces-te, nem ligas-te nos meus anos... mandas-te uma simples sms... como se uma verdadeira amiga fizesse isso... são os remorsos? Terás que viver com eles o resto da tua vida!

Magoas-te-me, mentis-te-me, trais-te-me, apunhalas-te-me pelas costas mas eu tenho a minha consciência tranquila... não me arrependo do bem que te fiz...não sou nada nem ninguém para te perdoar ou deixar de perdoar porém, estou certa, colherás tudo o que semeas-te... mas mesmo tudo!

Não te desejo nada de mal, nem de bom ... Deus é grande e sabe o que faz! Eu continuarei a viver a minha vida de consciência tranquila como até aqui... quanto a ti? Pouco me importa, sê e faz o que bem entenderes e, por favor, deixa-me em paz!

 

07
Jul08

Desilusão

pensamentos.a.nu

Tentei encontrar o significado do que sinto, de como me sinto … desilusão, desiludida! Mas, nenhum sinónimo, nenhuma explicação consegue transmitir na íntegra como me sinto. É, hoje sinto-me assim, desiludida com o carácter de certas pessoas, desiludida com o mundo … até desiludida comigo por permitir que me deixem assim mas, poderia eu evitar a desilusão? Até prova em contrário, acredito no que me dizem, no que me transmitem … tomo isso como sendo verdade porque também eu sou assim … como dizia no meu post anterior “…não quero ser, não sou capaz de ser mentira …” e, como sou, julgo os outros. Maior que a desilusão é não perceber o porquê, não entender a razão … não ter explicação para tal! Sem nada fazer prever (e isso ainda dói mais) surgiu uma fenda que depressa se tornou num buraco enorme e, tudo isso me revolta ainda mais.

Desilusão é resultado de ilusão? Provavelmente sim, provavelmente iludi-me, imaginei o que não és nem queres ser, imaginei em ti a minha “salvação” e, com tudo isto ainda me colocas-te mais perto do abismo. Não julgo todos por igual mas, cada vez acredito menos na sinceridade, na honestidade dos actos das pessoas, parece estar instituido que tem que haver sempre algo por trás de cada gesto, de cada palavra: um interesse próprio, egoísmo puro e duro. Sendo justa ou não, adquiri esse direito … não posso continuar a entregar-me às pessoas de corpo e alma … não posso permitir que me magoem gratuitamente, não posso mesmo! Como se costuma dizer, elas não matam mas aleijam … e xiça, estas pancadas magoam mesmo.
A vida é mesmo assim, feita de ilusões e desilusões que nos ajudam a crescer, a aprender e, de todas as que tenho tido tento ver sempre o lado positivo, todas elas me tornaram naquilo que sou hoje, tornaram-me mais forte, ciente do que sou capaz, mais determinada. Mas, também há o lado negativo que vai além da dor, da mágoa … é a frieza que vou adquirindo, a capa que vou construindo à minha volta, a injustiça que me faz, por vezes, julgar todos por igual.
Bem … já desabafei o meu baixo astral … agora é hora de me erguer e seguir a caminhada … o que não nos mata, torna-nos mais fortes.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D